Pronto para salvar o mundo? Ian Somerhalder está, e ele quer que você se junte a ele.
Ian está fazendo parte do documentário em forma de série “Years of Living Dangerously,” e o seu episódio vai ao ar esse domingo as 10 hrs na Showtime. Se você não tem a Showtime, talvez você possa achar alguém que tenha e um grande grupo pode se juntar e assistir. O episódio também será disponibilizado gratuitamente!
Para coincidir com o episódio, a Fundação Ian Somerhalder lançou uma campanha com a tag #CoalSucks. Vai até o dia 05 de maio, e está a pedindo que você se levante e faça barulho nas mídias sociais sobre como nós precisamos parar de abusar dos combustíveis fósseis. Por que isso importa? Bem, a partir de 2012, quase metade das emissões globais de gases de efeito estufa vieram de carvão, mas a América não tem limites nacionais de carbono para usinas de carvão. O site da ISF tem uma tonelada de informações a mais sobre o carvão, e tweets sugeridos que você pode usar. Para saber mais sobre este e outras coisas importantes, entrevistamos o próprio Somerhalder.

ACT: Parabéns por “Years of Living Dangerously!” Qual você acha que é a coisa mais importante nesse documentário em forma de série?
IAN: Muitas coisas para listar! O episódio que eu estou, que tem o nome de “Preacher’s Daughter,” fala sobre a luta entre um pastor evangélico e sua filha ativista que na tenta convencê-lo de que a mudança climática é real e que os seres humanos são a causa – e não um ato de ciclos naturais.
Apesar do fato de que temos a prova científica de que os seres humanos estão causando a mudança de clima que estamos assistindo, muitas pessoas ainda acreditam que é apenas um ciclo natural. É difícil para mim entender, mas o que é ainda mais difícil é que, se Deus concedeu os dons do nosso planeta para as suas crianças, tão vastos milagrosos sistemas de natureza incrivelmente complexos, como podemos não valoriza-los Como não podemos ver que os sistemas de energia prejudiciais tóxicos não são o jeito de mostrar gratidão por tanta beleza?

ACT: Você pode nos contar mais sobre a campanha #CoalSucks campaign? Como as pessoas podem participar?


IAN: Eu estou muito animado com essa campanha! O conceito nasceu com a demanda de nossa juventude. Cansados de não terem suas vozes escutadas, nós escolhemos conecta-los com algo que eles possam usar a voz diariamente – atraves de uma mídia social foda.
Eu vou te dizer, entramos em contato com muitas organizações diferentes para fazer parceria conosco sobre e muitos pensadores e líderes estavam animados para a mudança; no entanto, ficamos muito surpresos ao saber que algumas entidades tinham tanto problema com um elemento minúsculo, a hashtag: # CoalSucks.
Nós sempre achamos tão esclarecedor colocar o poder nas mãos de quem queremos apoiar, em vez de fingir que sabemos o que fazer.
Eu acho que é por isso que a ISF é tão bem sucedida. Os jovens não são incultos, ignorantes, egoístas que querem o mundo a seus pés. O que eles querem é ser capaz de participar da criação em seus termos – é o seu futuro, apesar de tudo.
Envolver-se é tão simples e dá a juventude a oportunidade de falar e não pegar o lixo que está sendo jogado neles, enquanto que ao mesmo tempo se comporta de uma maneira elegante, respeitoso dentro da esfera social. Dê uma olhada nesta informação gráfica, e vamos ensurdecer alguns desses adultos que pensam que você não pode criar o suficiente de uma tempestade dentro de nosso sistema climático quebrado.

ACT: Quais são algumas coisas que as pessoas podem fazer todos os dias para ajudar o meio ambiente?
IAN: Não é apenas sobre estas pequenas coisas; todos nós queremos soluções rápidas e fáceis. Cada grama de bondade que você faz, causa ondulações. No entanto, se você realmente quer ver uma grande mudança, você precisa mudar a maneira como você pensa. Já ouviu a expressão: “O dinheiro governa o mundo?” Bem, se isso é verdade, então cada um de nós tem uma arma intensamente valioso em nossas mãos. O comportamento do consumidor pode literalmente dirigir. Vote com seus dólares, suas compras e conte as empresas o que você não vai apoiar, e adivinhem? Deixe-os saber – através das mídias sociais – você não está comprando seus produtos. Basta ver o quão rápido eles vão se animar. ISF tem uma série de campanhas que permitem dar vozes a todos para se levantar e iluminar as práticas empresariais terríveis.

ACT: Ainda há pessoas que negam a mudança climática e tentam parar os esforços ambientais. Como podemos realmente levar a sério a mudança climática e garantir que algo seja feito para proteger a terra?
IAN: Eu descobri que a maioria dessas pessoas estão em uma geração própria, e alguns conseguem pingar este processo de pensamento para baixo para a juventude, mas eu tenho muita fé em nossa juventude dos dias de hoje do que na geração que criou a confusão em que estamos vivendo. Você quer criar a mudança? Perceba que você, como um indivíduo, têm mais poder do que você acredita. Você pode dirigir, você pode levar, e você pode criar mudanças de poder. Unindo o seu poder individual com outros amplifica-o e cria uma corrente continua de energia. Quanto tempo mais vocês vão aceitar não ser respeitados?

ACT: O que é interessante na ISF agora? Que planos você tem para o futuro com ele?

IAN: Mais disto! Nós amamos ouvir e aprender o que vocês acham que precisa acontecer; incentivamos a criatividade dentro da ISF. Então, quando você pergunta o que é excitante na ISF, você deve obter um coro de resposta de volta, porque a própria faixa etária [da MTV Act] é criá-lo – o quão legal isso é?

Fonte

Tradução: Yasmin Gallo. Não reproduza sem os créditos. Equipe ISF.

últimas fotos enviadas
Layout criado e desenvolvido por Flavi.A - Todos os direitos reservados - Host: Flaunt