Nikki cedeu recentemente uma entrevista para a Fitpregnancy, confira o que ela disse sobre Ian, e a ansiedade pela chegada do bebê.

Esposo digno

Eu normalmente amo cozinhar, mas o perdi o interesse desde que eu descobri que estava grávida. Então todo o dia eu fico tipo: “Hey, o que nós vamos comer?” Felizmente, Ian tem um cozinheiro dentro dele, ele também o homem mais doce. Quando eu disse a ele que me sentia mal por apenas ficar pedindo por comida, ele disse “Ser capaz de fazer isso para você é a minha coisa favorita no mundo.” – diz Nikki.

Bons hormônios

“Ian brinca que ele quer me manter grávida para sempre. Eu sou uma pessoa muito dedicada e com muita energia. Eu posso comandar múltiplas empresas, ler 4 livros de um vezes, e fazer uma conferência por telefone enquanto faço o jantar. Mas grávida, eu sou uma melhor versão de mim mesma. Eu estou realmente calma e relaxada, o que é a melhor das bençãos.

Mentalidade de uma mãezona

“Não vamos tirar o primeiro mês do bebê para nós mesmos. Depois que o bebê chegar, nos vamos fazer um mês de silêncio. Apenas nós 3, sem visitantes, e nos estaremos desligando os nossos telefones também, então não criem expectativas de nós nos comunicarmos. Além disso, a cada 5 minutos seria “Como você está se sentindo? Nós podemos ter uma foto?” Você não tem esses 30 dias de volta e nós queremos ser completamente presentes.

A empolgação é real

“Eu sou sou uma pássaro dá manhã e fiz o teste antes de amanhecer. Eu não estava com os meus óculos ou lentes de contato e eu não consigo enxergar sem eles. Eu estava apertando os olhos e pensando ” Tem mais linhas?” Eu gritei pro Ian “Acorde”. Ele correu para o banheiro, leu o teste, e nós estávamos tão empolgados. Nós assistimos o nascer do sol juntos, apenas pensando “Wow, nós vamos ter um bebê”

Esperar para Revelar

“Nós esperamos meses para contar até para nossos amigos e família que nós estávamos esperando um bebê. Começou com nós não sabendo por quanto tempo conseguiríamos manter isso privado. Então começou a parecer que tínhamos uma coisa muito legal, um segredo só nosso. Mas o lado ruim era que tinha momentos que eu queria poder fazer coisas que as outras grávidas faziam. Mas o ponto alto foi que começamos a jornada sem falar sobre isso com mais ninguém, é foi isso que tornou especial.”

Fonte.

Tradução: Letícia. Não reproduza sem os créditos. Equipe ISF.

últimas fotos enviadas
Layout criado e desenvolvido por Flavi.A - Todos os direitos reservados - Host: Flaunt